Visão bíblica da Páscoa

Tema : A PÁSCOA DOS GENTIOS 

Êxodo: 12 

Introdução:

Os hebreus celebravam várias festas sagradas ao ano, chamadas de “Santas Convocações” (Lv 23.4).

A maioria delas se relacionava com as atividades agrícolas e os acontecimentos históricos da nação hebreia:

1 – Páscoa

2 – Pães Asmos

3 – Primícias

4 – Pentecoste

5 – Trombetas,

6 – Expiação

7 – Tabernáculos.

Ao reservar tais dias, o SENHOR teve em mente o bem-estar, a adoração, a comunhão e a edificação espiritual do Seu povo.

Todos os varões israelitas estavam obrigados a participar das três festas dos peregrinos:

1 – Páscoa

2 – Pentecoste

3 – Tabernáculos.

Começa ao pôr do sol de Sexta-feira, 22 de Abril , 2016.

Termina ao anoitecer de Sábado, 30 de Abril, 2016

Êxodo 12.7-8

E tomarão do sangue, e pô-lo-ão em ambas as ombreiras, e na verga da porta, nas casas em que o comerem.

A carne tem que ser assada, nada de cozida na água. Nada cru. Comer preparado para sair.

Êxodo 12.12-29

Porque o próprio passaria pelo Egito e a casa que não tivesse o sangue nas ombreiras, todos os primogênitos que estivessem dentro dela morrerão, mas nas casas dos israelitas obedientes nenhum morreria. 

Assim aconteceu. O sangue seria o sinal.

À noite Deus passou e houve morte em todos os lares dos egípcios. Tudo havia sido orientado por Deus e Moisés. 

Páscoa significava passar por cima, livramento.

Então é esta páscoa celebrada pelos Judeus. 

O povo de Deus foi guardado. Pronto para sair. 

Êxodo 12.11

Assim pois o comemoreis: Os vossos lombos cingidos, os vossos sapatos nos pés, e o vosso cajado na mão; e o comereis apressadamente; esta é a páscoa dos Senhor.  Celebrai essa festa todos os anos e ensinareis a vossos filhos que o vosso Deus é o Deus de Israel e que vos deu este grande livramento: Não sereneis mias escravos, mas livres. 

Portanto a festa judaica “pesach”, Páscoa , representa a libertação para uma nova vida. 

E A NOSSA PÁSCOA? Lucas 22.8 – O Senhor Jesus é o nosso Cordeiro Pascoal. 

O profeta João  veio ao mundo para apresentar Jesus como nosso Cordeiro. Jesus desceu as águas para ser batizado por João, que O viu chegando e anunciou: Eis o Cordeiro de Deus, que tira o pecado do mundo. João 1.29.

Jesus veio ao mundo para morrer por nós e o seu sangue derramado na cruz do calvário nos liberta da escravidão do pecado. 

Para os servos do Senhor Jesus, os salvos, a páscoa é a redenção e é comemorada  não no dia de calendário, mas todos os dias se alegram por serem livres das amarguras que o pecado escravizador traz. 

O Senhor Jesus, antes de morrer, chamou os seus servos, Pedro e João e deu-lhes uma Ordem: Lucas 22.8 – Preparai-nos a páscoa, para que a comamos. Pedro, João e os outros eram judeus, conheciam as comemorações da Páscoa Judaica; mas esta seria nova para eles. 

Jesus apresentava-se como o próprio Cordeiro.

A palavra nos ensina que Jesus pegou um cálice com vinho de uva, deu graças a Deus Pai e deu aos seus discípulos para beberem.

Depois pegou o pão, partiu, deu aos seus discípulos e disse: este pão é o meu corpo que é partido por vós.

Jesus apresentou uma nova Páscoa, um novo testamento, não mais com cordeiro, pães asmos e ervas amargas. 

Desde sua morte no calvário, nós iríamos lembrar este sacrifico todos os dias de nossas vidas e a páscoa verdadeira foi registrada na Bíblia com orientação para os servos fiéis.

Luca 22.19-20 – E, tomando o Pão, e havendo dado graças, partiu-o, e deu-lhe dizendo: Isto é o corpo, que por vós é dado; fazei isso em memória de mim. 

Semelhantemente tomou o cálice, depois da ceia dizendo: Este cálice é o novo testamento do meu sangue, que é derramado por vós. 

Assim Jesus mostrou que no passado morria um cordeiro, hoje Jesus é o Cordeiro de Deus que morreu por nós.

Ele tira a amargura de nossas vidas, trazida pelo pecado. Ele lava nossos pecados com o seu sangue e nos dá o seu Espírito Santo. 

Nossa Páscoa é a páscoa dos que aguardam a volta do Cordeiro de Deus, Jesus; é vivida todos os dias até a sua volta.

Repassamos uma frase de uma menina do ensino fundamental, lamentando o mal entendido que o mundo apresenta sobre a páscoa: Hoje o mundo comemora a páscoa totalmente diferente da Bíblia, trocam o Cordeiro pelo coelho, e o sangue pelo chocolate.

Páscoa significa passar por cima. E o que foi feito pelo Senhor para promover a libertação do cativeiro do Egito. 

 

Nossa Páscoa é a libertação do mundo, do pecado e do mal que o assola. 

O sangue nos umbrais das casas e passado agora no coração dos que crêem no Senhor Jesus, o Cordeiro de Deus. Ele está vivo no meio de sua igreja fiel e é segurança da saída deste mundo para o encontro com Ele no arrebatamento. Vocês ouviram sobre a história das duas páscoas (Judeus e Cristãos). E a palavra de Deus falou em coelho, ovo ou chocolate? 

Não! A Bíblia não falou isso! 

Então não se engane! O Cordeiro do velho testamento aponta para o Cordeiro do novo testamento, JESUS.

Fonte: Semeando

Leave a Reply

Your email address will not be published. Required fields are marked *